menu
Topo
Paola Machado

Paola Machado

Categorias

Histórico

Quais os queijos menos calóricos? Encontre a melhor opção para sua dieta

Paola Machado

17/10/2018 04h00

Crédito: iStock

O queijo é um ótimo alimento e deve fazer parte de uma dieta saudável. Porém, há muitas opções no mercado, com diferentes características nutricionais (o que inclui o valor calórico), e conhecer bem os diferentes tipos do produto é importante para escolher o melhor para você.

O alimento é produzido a partir do soro do leite ou do leite reconstituído –integral, parcial ou totalmente desnatado — ou de soros lácteos, coagulados por ação de enzimas de bactérias específicas ou de ácidos orgânicos, e a quantidade de gordura acrescentada e o tipo de leite utilizado em sua fabricação fazem a diferença no valor calórico do alimento.

O queijo é considerado rico em proteínas, lipídios, carboidratos e vitaminas A e B. Também é uma das principais fontes de cálcio. O recomendado é ingerir três porções de leite e derivados por dia, grupo no qual os queijos fazem parte. Na tabela a seguir, você pode observar a quantidade de calorias, gorduras e colesterol presentes em alguns queijos (valores para 100 g do produto), que devem ser levadas em consideração na hora escolha.

O cottage ("tradicional" ou magro) e a ricota são os queijos que apresentam menor valor calórico. Eles são excelentes opções para compor o cardápio diário de quem busca emagrecer ou controlar o peso, no café da manhã e lanche da tarde, por exemplo. O queijo minas frescal (4° menos calórico) também é boa escolha nesse caso. Já o queijo parmesão ralado e duro, queijo cheddar e queijo suíço são os mais calóricos e devem ser consumidos com cautela por pessoas que querem emagrecer.

Quando consumido em excesso, o ácido graxo saturado, principal tipo de gordura presente nos leites e derivados, é um dos grandes responsáveis pelo aumento do colesterol sanguíneo –quem em nível elevado pode estar envolvido no aumento de risco de doenças cardiovasculares. Por isso, no dia a dia procure optar por queijos mais magros.

Faça boas escolhas no dia a dia

Ao conhecer o valor nutricional dos queijos você consegue fazer trocas saudáveis. Quando for montar um lanche, por exemplo, em vez de usar o cheddar ou o queijo prato, você pode optar pela muçarela, que é menos calórica.

Outra dica importante é prestar muita atenção na quantidade de queijo parmesão ralado que você acrescenta em seu prato de macarrão ou na sua sopa. Como se pode ver, este tipo de queijo possui o maior valor calórico em 100 gramas de produto.

Tudo bem variar o queijo e incluir versões mais gordas em alguns momentos. No entanto, para o dia a dia, prefira as opções com menor valor de calorias, gorduras e colesterol. Uma tática que pode facilitar na hora da compra: geralmente, os queijos mais amarelos contêm maior quantidade de gordura. Por isso, prefira na maioria das vezes os queijos brancos. Lógico que isso não é lei, o cream cheese, por exemplo. é branco e está entre os que possuem mais colesterol, como já falei. O ideal é sempre olhar a tabela nutricional do alimento.

*Colaboração da nutricionista Dra. Deborah Masquio

Referências:
– UNICAMP. Tabela Brasileira de Composição dos Alimentos. 4ª edição. 2011.
– UNIFESP.Tabela de Composição Química dos Alimentos.
– Ministério da Saúde. Guia alimentar para a população Brasileira. 2006.
– Pirâmide Alimentar. 2014.
– Perry KSP. Queijos: aspectos químicos, bioquímicos e microbiológicos. Quim. Nova, Vol. 27, No. 2, 293-300, 2004.
Brasil. Ministério da Saúde. Secretaria de Atenção à Saúde. Departamento de Atenção Básica. Guia alimentar para a população brasileira / Ministério da Saúde, Secretaria de Atenção à Saúde, Departamento de Atenção Básica. – 2. ed., 1. reimpr. – Brasília : Ministério da Saúde, 2014.
SANTOS, R.D. et al. I Diretriz sobre o consumo de gorduras e saúde cardiovascular.Arq. Bras. Cardiol. [online]. 2013, vol.100, n.1, suppl.3 [cited 2018-10-16], pp.1-40.
Brasil. Ministério da Saúde. Secretaria de Atenção à Saúde. . Guia alimentar para a população brasileira : promovendo a alimentação saudável / Ministério da Saúde, Secretaria de Atenção à Saúde, . – Brasília : Ministério da Saúde, 2008. 210 p. – (Série A. Normas e Manuais Técnicos
Tabela brasileira de composição de alimentos / NEPA – UNICAMP.- 4. ed. rev. e ampl.. — Campinas: NEPA- UNICAMP, 2011. 161 p.
Chei CL, Yamagishi K, Kitamura A, Kiyama M, Sankai T, Okada T, Imano H, Ohira T, Cui R, Umesawa M, Muraki I, Tanigawa T, Sato S, Iso H; CIRCS Investigators. Serum Fatty Acid and Risk of Coronary Artery Disease - Circulatory Risk in Communities Study (CIRCS). Circ J. 2018 Oct 13.
Briggs MA, Petersen KS, Kris-Etherton PM. Saturated Fatty Acids and Cardiovascular Disease: Replacements for Saturated Fat to Reduce Cardiovascular Risk. Healthcare (Basel). 2017 Jun 21;5(2). pii: E29.

Sobre a autora

Paola Machado é fisiologista do exercício, formada em educação física modalidade em saúde pela UNIFESP (Universidade Federal de São Paulo), mestre em ciências da saúde (foco em fisiologia do exercício e imunologia) e doutoranda em nutrição pela UNIFESP. É autora do Livro Kilorias - Faça do #projetoverão seu estilo de vida (Editora Benvirá). Atualmente, atua como pesquisadora, desenvolvendo trabalhos científicos sobre obesidade, e tem um canal de desafios (30 Dias com Paola Machado) onde testa a teoria na prática. Também é fundadora do aplicativo aplicativo 12 semanas. CREF: 080213-G | SP

Sobre a coluna

Aqui eu compartilharei conteúdo sobre exercício e alimentação para ajudar você a encontrar o caminho para um estilo de vida mais saudável. Os textos são cientificamente embasados e selecionados da melhor forma possível, sempre para auxiliar no seu bem-estar. Mas, lembre-se: a informação profissional é só o primeiro passo da sua nova jornada. O restante do percurso depende 100% de você e da sua motivação para alcançar seu objetivo.