menu
Topo
Paola Machado

Paola Machado

Categorias

Histórico

Sem tempo para treinar? Talvez você viva mais para os outros que para você

Paola Machado

20/10/2018 04h00

Crédito: iStock

A falta de tempo é apontada como um dos principais motivos para as pessoas não praticarem atividade física e cuidarem melhor da saúde. Realmente, com a vida corrida que temos hoje em dia nem sempre é fácil encontrar espaço na agenda para treinar. Mas você já parou para analisar onde e com quem está gastando todo o seu tempo?

Tem muita gente que, conforme amadurece, acaba mais se perdendo com os afazeres do que se encontrando. Parece uma lei invertida, mas é a realidade de muitos. Quando a pessoa é adolescente, está na escola, não casou e nem teve filhos, não tem medo de errar. Aventura-se em diversas emoções e, nesse turbilhão de sentimentos, encontra tempo para fazer tudo o que a deixa bem e a faz feliz. Vive essencialmente para si.

Aí, quando amadurece, tem filhos, sua independência, suas responsabilidades, preocupações e seu trabalho, a visão muda. A pessoa passa a viver para ela e também por muita gente. Exemplo: a mulher gosta de sertanejo, mas seu marido não suporta o som e então ela concorda em ouvir outra coisa quando estão no carro para gerar desconfortos. Ela abre mão dos seus gostos para ver o parceiro(a) feliz.

Onde a atividade física entra nessa história? Bom, muitas vezes a pessoa quer sair para correr na rua, mas tem que levar e buscar seus filhos na escola, fazer compras no supermercado. Ou se planeja para malhar no fim do dia, mas aí precisa ficar no trabalho até mais tarde e desiste de ir para a academia pois precisa chegar em casa a tempo de preparar o jantar e dar atenção para todos.

São tantas responsabilidades que acabamos perdendo a nossa identidade, nos desmotivamos. Sempre que notar que está sem tempo e se dedica mais aos outros do que a você, pare e reflita: "E eu?! Quem sou eu? Por que não faço mais o que eu gosto? O que me faz bem?".

Esses dias, atendi um paciente que me disse: "Não tenho tempo para mim. Não faço nada para mim. Vivo para trabalhar e cuidar da minha família!" Eu retruquei: "Oras, esse aqui já é um tempo que você está dedicando a você. Então, por que não encontrar mais espaços assim na agenda para cuidar de sua saúde?".

Muitas vezes, as pessoas entram em uma vida tão "coloca a primeira e vai" que não conseguem nem diferenciar o que de fato é uma responsabilidade, obrigação, rotina do que é cuidar de si. Seu dia tem 24 horas e, obrigatoriamente, você deve encontrar ao menos 30 minutos só seu. Esqueça os outros. Egoísmo? Claro que não. Temos uma vida. Uma vida que é nossa e podemos tirar um tempo do nosso dia para aproveitá-la e fazer o que nos faz bem.

Pare e pense:

• O que eu faço por mim?
• Quanto tempo do meu dia eu dedico para mim?
• Os meus gostos tornarem-se os gostos do meu (minha) parceiro ou de quem convivo?

A crença a respeito de quem você é, de sua identidade, molda o modo como você age, interage com as pessoas ao seu redor e influencia diretamente os resultados que alcança em sua vida. Isso ocorre pois uma das maiores necessidades de nossa personalidade é fazer com que nosso comportamento seja consistente com nossa identidade, ainda que a identidade a qual nos identificamos seja negativa.

Pequenas reflexões deixarão tudo mais claro sobre a sua identidade. Encontre seu tempo.

Sobre a autora

Paola Machado é fisiologista do exercício, formada em educação física modalidade em saúde pela UNIFESP (Universidade Federal de São Paulo), mestre em ciências da saúde (foco em fisiologia do exercício e imunologia) e doutoranda em nutrição pela UNIFESP. É autora do Livro Kilorias - Faça do #projetoverão seu estilo de vida (Editora Benvirá). Atualmente, atua como pesquisadora, desenvolvendo trabalhos científicos sobre obesidade, e tem um canal de desafios (30 Dias com Paola Machado) onde testa a teoria na prática. Também é fundadora do aplicativo aplicativo 12 semanas. CREF: 080213-G | SP

Sobre a coluna

Aqui eu compartilharei conteúdo sobre exercício e alimentação para ajudar você a encontrar o caminho para um estilo de vida mais saudável. Os textos são cientificamente embasados e selecionados da melhor forma possível, sempre para auxiliar no seu bem-estar. Mas, lembre-se: a informação profissional é só o primeiro passo da sua nova jornada. O restante do percurso depende 100% de você e da sua motivação para alcançar seu objetivo.