menu
Topo
Paola Machado

Paola Machado

Categorias

Histórico

Como escolher uma barrinha de cereal mais saudável

Paola Machado

06/11/2018 04h00

Barrinhas com chocolate tendem a ser mais calóricas e devem ser evitadas por quem deseja perder peso | Crédito: iStock

Para muitas pessoas, barrinha de cereal é sinônimo de alimento saudável. Não é bem assim. Eu já expliquei que muitas vezes esses produtos estão cheios de açúcar e têm poucas fibras, por isso podem ser cilada para a dieta.

Mas é claro que no mercado também existem opções um pouco mais saudáveis e que, com moderação, não vão trazer prejuízos, basta saber escolher. Como? Siga os passos a seguir:

1º passo: leia a lista de ingredientes

É nela que você vai encontrar os produtos e alimentos que foram utilizados na fabricação da barrinha. Evite as que contenham açúcar e xarope de glicose entre os primeiros ingredientes.

2º passo: cheque a quantidade de fibras

Dê uma conferida na tabela nutricional da embalagem e opte por produtos com maior quantidade da substância. Para ser considerado fonte de fibra, o alimento precisa oferecer ao menos 2,5 gramas por porção.

3º passo: fuja de aditivos químicos

A melhor escolha sempre é aquela que contém menos aditivos químicos em sua composição. Esses compostos geralmente aparecem na lista de ingredientes com nomes estranhos, compridos e desconhecidos. Eles fazem com que o produto seja classificado como ultraprocessado.

4º passo: evite o chocolate

Geralmente as barrinhas com chocolate ao leite tendem a ser mais calóricas e ricas em gorduras saturadas e trans. Se você se preocupa com a boa forma e a saúde, é melhor não consumir esses produtos no dia a dia.

5º passo: diga não à monotonia

Por mais que as barrinhas sejam práticas, na maioria das vezes elas são compostas por carboidratos de alto índice glicêmico e não promovem saciedade por muito tempo. Portanto, não devem estar sempre no seu cardápio na hora do lanche. O ideal é alterná-las (e preferir) opções mais naturais, como frutas, castanhas e iogurte.

6º passo: escolha as de nuts e sementes

As barrinhas com sementes e oleaginosas tendem a apresentar um índice glicêmico menor, além de ofertar gorduras poli-insaturadas, que são importantes para a saúde. Por isso, sempre que possível, prefira as desse tipo.

Receita de barrinha de cereal caseira

Ingredientes

  • 1 xícara (chá) de aveia fina
  • 1 xícara (chá) de aveia grossa
  • 1 xícara (chá) de amendoim
  • 1 xícara (chá) de flocos de arroz
  • 1 xícara (chá) de açúcar mascavo
  • 1/2 xícara (chá) de farinha de trigo
  • 150 g de manteiga em temperatura ambiente
  • 1 xícara (chá) de nozes (quebradas grosseiramente)
  • 1 xícara (chá) de castanha-do-Pará (quebrada grosseiramente)

Preparo

  1. Coloque numa tigela todos os ingredientes e misture bem, até ficar uma massa homogênea;
  2. Numa fôrma retangular (32 cm x 20 cm) forrada com papel manteiga, coloque a massa, aperte bem e alise a superfície com uma colher;
  3. Leve ao forno médio pré-aquecido a 180 °C por cerca de 30 minutos;
  4. Retire do forno e corte em retângulos (10 cm x 3 cm).

Rende 20 porções de 25 g.

*Colaboração das nutricionistas Dra. Deborah Masquio e Dra. Lívia Tissot

Sobre a autora

Paola Machado é fisiologista do exercício, formada em educação física modalidade em saúde pela UNIFESP (Universidade Federal de São Paulo), mestre em ciências da saúde (foco em fisiologia do exercício e imunologia) e doutoranda em nutrição pela UNIFESP. É autora do Livro Kilorias - Faça do #projetoverão seu estilo de vida (Editora Benvirá). Atualmente, atua como pesquisadora, desenvolvendo trabalhos científicos sobre obesidade, e tem um canal de desafios (30 Dias com Paola Machado) onde testa a teoria na prática. Também é fundadora do aplicativo aplicativo 12 semanas. CREF: 080213-G | SP

Sobre a coluna

Aqui eu compartilharei conteúdo sobre exercício e alimentação para ajudar você a encontrar o caminho para um estilo de vida mais saudável. Os textos são cientificamente embasados e selecionados da melhor forma possível, sempre para auxiliar no seu bem-estar. Mas, lembre-se: a informação profissional é só o primeiro passo da sua nova jornada. O restante do percurso depende 100% de você e da sua motivação para alcançar seu objetivo.