Topo
Paola Machado

Paola Machado

Categorias

Histórico

Por que mesmo sabendo o que é certo ou errado as pessoas engordam?

Paola Machado

2026-04-20T19:04:00

26/04/2019 04h00

Crédito: iStock

– "Ingira alimentos de verdade, frutas e verduras."

– "Fracione as refeições."

– "Mastigue lentamente."

– "Faça exercícios."

– "Durma adequadamente."

Estava reparando que muitos estudos e textos mostram que essas são as principais soluções para emagrecer e ter saúde. Mas, mesmo sabendo de tudo isso, as pessoas erram, não fazem e acabam dificultando todo o processo.

Comecei a me questionar o que acontece, porque as pessoas erram tanto e, mesmo sabendo de tudo, continuam a errar. Levei esses questionamentos para o público que me procura na prática clínica, tomei nota e trouxe para vocês as respostas mais comuns.

Hoje, diferentemente de todos os textos que sempre faço aqui, resolvi sair um pouco da evidência científica e focar em três questões práticas e clínicas que ouço com frequência.

Falta de rotina

Esse é um problema muito comum. É chato estipular uma rotina, é difícil se programar e, na nossa falta de hábito, é muito mais fácil "deixar a vida nos levar". Mas, ao deixar o dia se desenrolar, acabamos, na verdade, nos enrolando. O dia acaba não rendendo e temos a impressão de que não deu tempo de fazer absolutamente nada.

A verdade é que boa parte das pessoas se sente mais ocupada do que realmente é. Todos têm seus problemas, compromissos, mas quando organizamos minuciosamente nossa rotina –e criamos o hábito de cumpri-la — não temos tempo para algumas deixas que são verdadeiros starts para o ócio e comportamentos compulsivos. Pergunto: quanto tempo você mexe na sua mídia social e nem percebe que ficou ali? Aposto que 30 minutos, 40 minutos ou até mais de uma hora…

Essa desorganização acaba prejudicando nossa vida. Se você não consegue organizar sua rotina, que dirá seu trabalho, suas contas e até mesmo coisas simples como sua alimentação e exercício? A rotina é o ponto inicial para levar ao hábito saudável.

Você não precisa ter uma vida extremamente padronizada, mas organize seu dia seguinte um dia antes, pelo menos. Se você tiver o hábito de, antes de dormir, separar a roupa de treino, colocar o despertador para tocar um pouco mais cedo, tomar o café da manhã, treinar, ir trabalhar, ter seu horário para almoço, horário para os lanches etc., com certeza da mesma forma que criou comportamentos inadequados,  condicionará sua vida para um novo hábito, uma nova rotina, um novo comportamento.

Mudar o hábito e a rotina não acontece de um dia para o outro. É questão de repetição, afinal, há quanto tempo você repete o hábito inadequado da falta de rotina?

Respeitar o ciclo sono-vigília

Esse é um ponto que muita gente desconsidera. Seu organismo tem um ritmo biológico, um ciclo que chamamos de "claro-escuro", que é o padrão de acordar e dormir. Nosso dia tem 24 horas e temos que aproveitar esse tempo intensamente, ou seja, é nesse tempo que seu organismo trabalha. A partir do momento que você dorme, inicia uma "atualização" do seu sistema para se preparar para k novo dia que virá.

Não vou entrar na questão hormonal e fisiológica para não dificultar. Só quero entenda como seu organismo age em um dia. O corpo não sabe se é segunda ou sábado, o que ele entende é que é um novo dia e ponto. Tanto que sua taxa metabólica basal –que é o a quantidade de energia que seu organismo precisa para realizar as funções vitais no estado de repouso — tem a unidade de medida "calorias por dia" e não por mês, entre dias, nem por ano.

Se sábado você avacalhar no almoço, no jantar, beber um monte, esse dia já era, você consumiu muito mais calorias do que gastou e não tem como recuperar. Dormiu e acordou é um novo dia. Por isso, foque nas compensações alimentares e calóricas em um mesmo dia. Exemplo: se estiver pensando em sair para jantar, preste mais atenção no almoço.

Não inverta seu dia

O discurso mais constante que ouço é: "Saio de casa correndo, não consigo comer de manhã, como mal durante o dia e chego em casa querendo comer o que tiver".

Nosso corpo tem um "saldo" calórico para cumprir diariamente. Por isso, se você deixa de consumir o alimento de manhã ou durante o dia por falta de rotina –não estou abordando nesse texto questões de jejum, pois é um outro conceito –, em algum momento do seu dia o seu organismo vai te cobrar e, muitas vezes, de forma cega ou compulsiva.

Por isso, acorde mais cedo para fazer seu café da manhã; não deixe de fazer os lanches da manhã e da tarde, nem que seja uma fruta; almoce adequadamente; e, se por um acaso for chegar muito tarde em casa, inclua um segundo lanche de tarde.

Com certeza, com essas pequenas atitudes você evitará a fome absurda. Entenda seu corpo como um grande gráfico. Quanto mais o consumo calórico acompanhar a curva do gasto calórico, mais você aproveitará dessa energia e não deixará o seu organismo fora da rotina.

Esses pontos são básicos, porém cruciais para você de fato entender que tem que ter uma rotina, tem que se programar com antecedência, tem que entender que seu corpo tem suas necessidades diárias –não semanais — e que precisamos seguir a regra básica das refeições para não sobrecarregar nenhuma delas. Se você não iniciar por regras simples, não conseguirá pular para as próximas etapas. Então, te desafio a colocar no papel sua rotina a partir de já, que tal?

Sobre a autora

Paola Machado é fisiologista do exercício, formada em educação física modalidade em saúde pela UNIFESP (Universidade Federal de São Paulo), mestre em ciências da saúde (foco em fisiologia do exercício e imunologia) e doutoranda em nutrição pela UNIFESP. É autora do Livro Kilorias - Faça do #projetoverão seu estilo de vida (Editora Benvirá). Atualmente, atua como pesquisadora, desenvolvendo trabalhos científicos sobre obesidade, e tem um canal de desafios (30 Dias com Paola Machado) onde testa a teoria na prática. Também é fundadora do aplicativo aplicativo 12 semanas. CREF: 080213-G | SP

Sobre a coluna

Aqui eu compartilharei conteúdo sobre exercício e alimentação para ajudar você a encontrar o caminho para um estilo de vida mais saudável. Os textos são cientificamente embasados e selecionados da melhor forma possível, sempre para auxiliar no seu bem-estar. Mas, lembre-se: a informação profissional é só o primeiro passo da sua nova jornada. O restante do percurso depende 100% de você e da sua motivação para alcançar seu objetivo.