Topo
Paola Machado

Paola Machado

Categorias

Histórico

Carioca refaz foto após 3 anos e celebra nova forma: "Mais leve e disposto"

Universa

2002-05-20T19:04:00

02/05/2019 04h00

Arquivo pessoal

Como já contei, o humorista Carioca (o Marvio) é meu marido e começou um programa de emagrecimento em minha clínica, que se chama 12 Semanas.

Ele está quase na metade do tratamento e é muito legal ver de perto sua mudança —principalmente depois encarar por anos tanta resistência dele para mudar hábitos.

Perdi as contas de quantas vezes falei, insisti, persisti, mas nada acontecia. Meu pai é médico e todas as vezes que ocorria alguma coisa muito séria em casa, exemplo algumas vezes que tive que passar por cirurgias por motivos de saúde, ele se colocava na posição de pai, não de médico. Aprendi isso com ele e acredito que temos que nos colocar na posição de marido, mulher e família quando somos profissionais. É muito difícil quando há amor envolvido e temos que ter razão no que pontuamos. Separar razão de emoção não é uma tarefa fácil.

Por isso, temos que entender, quando convivemos com a pessoa, que não adianta insistir, temos que esperar que a pessoa entenda o que acontece e vire a chave.

Qualquer processo de emagrecimento só é bem sucedido e tem resultado duradouro quando a pessoa está na fase de contemplação, que entende que é necessário a mudança e começa a se movimentar por vontade própria para que isso aconteça. Não adianta sinalizarmos se a pessoa não está entendendo que precisa mudar. Por isso, o "começar" sempre precisa partir do paciente —nessas horas, sempre reforço no consultório quando chega um adolescente e ele não quer mudar, mas os pais querem que mude, sendo assim temos que ter algumas condutas para que a pessoa entenda que a mudança é necessária.

Imprevistos no processo de emagrecimento 

Desde a última vez que comentei os últimos resulstados do Marvio,  muitas coisas mudaram. Sempre reforço a dificuldade da constância da vida, pois um tratamento não pode levar em conta uma vida —por isso que a metodologia da minha clínica envolve 12 semanas, para justamente passarmos por diversos movimentos e acontecimentos que a vida nos traz.

Resfriados, dias de cansaço extremo, dias mais desmotivados fazem parte da rotina e temos que aprender a lidar com essas situações para que elas não prejudiquem a perda de peso (ou manutenção do peso saudável).

E isso aconteceu com o Marvio. Nesse meio tempo ele teve que passar por uma cirurgia, não programada, de retirada de um dente do siso. Quando soube que não poderia fazer exercícios e consumir vários alimentos após a operação ele me perguntou: "E agora?".

Falei que imprevistos são parte da vida e mudaríamos a conduta do tratamento no meio do caminho, mas sem perder o foco no resultado final.

Como a cirurgia foi complicada, ele precisou parar o treino durante a quarta semana de tratamento. Mas trabalhamos a manutenção do comportamento. Aproveitamos para reforçar a importância do hábito de se alimentar bem e, acredite, ele seguiu a dieta à risca e fez escolhas pertinentes para o processo, afinal não trabalhamos com restrições e, sim, com escolhas.

"A cirurgia foi muito complicada, mas não perdi meu foco. Minha única preocupação foi o tempo de inatividade, mas consegui manter a dieta, principalmente por conta do compromisso com minha saúde e a recuperação da operação", conta Marvio.

Continuamos, depois da fase de sopas e sorbet (só de frutas) durante a recuperação, seguindo com o rompimento da compulsividade alimentar, por meio de um grande prato de salada, e a escolha pré-programada (ou seja, as escolhas alimentares são sempre feitas com antecedência e nunca deixando o dia levar) do prato principal, com consciência alimentar e não com vontade.

Arquivo pessoal

Mudanças cada vez mais visíveis 

Para nossa surpresa, duas pessoas foram ao show do Marvio em Ipatinga (MG) em 30/08/2016 e novamente agora, em 26/04/2019. Nas duas ocasiões, tiraram uma foto com o Carioca após a apresentação. Ao compararmos as duas fotos (que você viu no início desse post), ficamos surpresos com o quanto Marvio já emagreceu.

Não quero focar em peso, pois a mudança visual está bem evidente. Quero focar em saúde.

Há alguns anos, Marvio reclamava por se sentir cansado durante a apresentação, alem de ficar cheio de dores e exausto após o show. Era evidente como estava sofrendo com os efeitos do excesso de gordura corporal e também da falta de condicionamento (devido ao sedentarismo).

Nesses últimos shows, quando começou a treinar e emagrecer, seu desempenho e desenvoltura no palco melhorou, levanta e agacha sem reclamar, termina o show disposto e motivado. Impressionante como as mudanças de hábitos reverberam muito além do que imaginamos.

"Quando eu não treinava e estava mais pesado, me sentia cansado em show, ofegante e, principalmente, com uma sensação péssima de indigestão e refluxo. Agora, com os meus novos hábitos, eu me sinto bem, disposto, motivado e não me sinto com má digestão. Eu me sinto leve no show e muito bem. Estou muito feliz e com a sensação de qualidade de vida absurda", revela Marvio.

Aguardem cenas do próximo capítulo, pois agora ele já voltou a treinar e os resultados estão absurdamente positivos.

Sobre a autora

Paola Machado é fisiologista do exercício, formada em educação física modalidade em saúde pela UNIFESP (Universidade Federal de São Paulo), mestre em ciências da saúde (foco em fisiologia do exercício e imunologia) e doutoranda em nutrição pela UNIFESP. É autora do Livro Kilorias - Faça do #projetoverão seu estilo de vida (Editora Benvirá). Atualmente, atua como pesquisadora, desenvolvendo trabalhos científicos sobre obesidade, e tem um canal de desafios (30 Dias com Paola Machado) onde testa a teoria na prática. Também é fundadora do aplicativo aplicativo 12 semanas. CREF: 080213-G | SP

Sobre a coluna

Aqui eu compartilharei conteúdo sobre exercício e alimentação para ajudar você a encontrar o caminho para um estilo de vida mais saudável. Os textos são cientificamente embasados e selecionados da melhor forma possível, sempre para auxiliar no seu bem-estar. Mas, lembre-se: a informação profissional é só o primeiro passo da sua nova jornada. O restante do percurso depende 100% de você e da sua motivação para alcançar seu objetivo.