Topo
Paola Machado

Paola Machado

Categorias

Histórico

Se você avacalhar "só" no final de semana, terá 33% da dieta comprometida

Paola Machado

2018-05-20T19:04:00

18/05/2019 04h00

Crédito: iStock

Chegou o final de semana e agora é o ponto mais crítico da alimentação que são os "únicos" dias que as pessoas avacalham. Eu tenho um conceito bem formatado de que a alimentação, de forma alguma, deve te privar do convívio social, pois você está solucionando um problema e trazendo outro — que é a saúde mental.

Quando atendo, pergunto sobre a rotina e organização do dia. Muita gente peca pela falta de rotina estruturada — farei um texto só sobre esse tema, mas já adianto que fiz alguns stories sobre rotina para o Instagram do VivaBem –, porém, tem uma parcela enorme de pessoas que mantém uma rotina semanal adequada e organizada e chega sexta de noite começa a desorganização. É quase um efeito dominó de sexta de noite, sábado e domingo, afinal é só o final de semana.

Mas você já parou para pensar que, se o seu final de semana começa na sexta, são três dias da semana de "avacalhação"? Pensando que a semana tem sete dias, você comprometeu quase metade dela — já fiz um texto aqui na coluna mostrando que se colocarmos o pé na jaca aos finais de semana e feriados você tem 33% da alimentação do seu ano comprometida. Esse "só final de semana" torna-se um terço do seu ano.

Então é hora de pensar no seu organismo a cada 24 horas, não de semana versus final de semana. Você sabe que vai chegar o final de semana, porque sua mente espera por ele. Mas o seu corpo trabalhará da mesma forma, independente se é terça ou domingo.

Não vejo problemas em colocar na sua rotina de final de semana uma feijoada com os amigos no sábado, afinal é super saudável jogar conversa fora e dar boas risadas. Mas, se você está em um processo de mudança de estilo de vida, mudança do padrão alimentar, emagrecimento; foque em escolher um momento — um momento e não um dia — do seu final de semana para que isso aconteça e, mesmo assim, não deixe de ter sua organização alimentar no dia. Por exemplo, se for almoçar uma feijoada, faça seu café da manhã de forma saudável e adequada, ingira o lanche da manhã — se acordar muito cedo –, e não vá ao prato principal morrendo de fome e vontade logo de cara. Entenda que as compensações alimentares deve ser em um dia e não entre dias — então esqueça do detox na segunda, já que você deve distribuir sua alimentação dentro de um mesmo dia.

– Se for comer um prato principal mais "pesado", evite comer o couvert.

– Então, ao invés do couvert, monte um grande prato só de salada — sei que você não quer a salada no seu final de semana, mas é essencial para sua saúde e também para cortar o ímpeto do comportamento alimentar inadequado e compulsivo.

– Coma devagar, aos poucos, porque esse comportamento sinalizará a saciedade e as fibras da salada ajudarão muito nesse processo.

– Faça seu prato principal de acordo com sua necessidade, não de acordo com sua vontade. Lembre de todo progresso que teve com boas estratégias durante a semana e faça suas escolhas com moderação.

– Não terceirize a culpa. A feijoada, a massa, a sobremesa, todos são calóricos. Mas a escolha da porção é sua, não do alimento — você que coloca no prato e ele não pula na sua boca sem você ter pedido.

– Aprenda a redistribuir a alimentação durante o seu dia para não terminar com o seu balanço energético positivo, que leva ao processo de ganho de peso.

Você deve ver sua alimentação como benefícios à sua saúde, prazer etc. Porém, ela nunca pode ser relacionada a merecimento, ou seja, "trabalhei demais, mereço uma pizza". Se você quer uma pizza, coma, mas saiba de tudo que está associado a esta decisão.

Sobre a autora

Paola Machado é fisiologista do exercício, formada em educação física modalidade em saúde pela UNIFESP (Universidade Federal de São Paulo), mestre em ciências da saúde (foco em fisiologia do exercício e imunologia) e doutoranda em nutrição pela UNIFESP. É autora do Livro Kilorias - Faça do #projetoverão seu estilo de vida (Editora Benvirá). Atualmente, atua como pesquisadora, desenvolvendo trabalhos científicos sobre obesidade, e tem um canal de desafios (30 Dias com Paola Machado) onde testa a teoria na prática. Também é fundadora do aplicativo aplicativo 12 semanas. CREF: 080213-G | SP

Sobre a coluna

Aqui eu compartilharei conteúdo sobre exercício e alimentação para ajudar você a encontrar o caminho para um estilo de vida mais saudável. Os textos são cientificamente embasados e selecionados da melhor forma possível, sempre para auxiliar no seu bem-estar. Mas, lembre-se: a informação profissional é só o primeiro passo da sua nova jornada. O restante do percurso depende 100% de você e da sua motivação para alcançar seu objetivo.