PUBLICIDADE

Topo

Mindful walking: como fazer a atividade que relaxa e traz bem-estar

Paola Machado

04/05/2020 04h00

Crédito: iStock

Como já escrevi, diversas associações de atividade física e saúde permitem e aconselham fazer exercícios ao ar livre, desde que tomadas as devidas precauções de distanciamento e higiene. E isso é muito importante nesse momento para manter a saúde física e mental

Esses dias fui caminhar na rua e voltei para casa me sentindo outra pessoa. Percebi o quanto não dava valor a esse tipo de ação tão simples e comum. Notei o que nunca tinha parado para observar, respirei o ar livre bem fundo, olhei a natureza e o céu de perto. Vi como uma simples caminhada pode me renovar como pessoa e inclui o "mindful walking" na minha vida, que auxilia no relaxamento, no bem-estar e na renovação.

O que é o "mindful walking"

A atenção plena ou mindfulness é a nossa capacidade de estar ciente do que está acontecendo dentro de nós e ao nosso redor. É a consciência contínua de nossos corpos, nossas emoções e nossos pensamentos. Quando não praticamos a atenção plena, sofremos no corpo, na mente e nos relacionamentos. Ao praticar a atenção plena, nos tornamos um refúgio pacífico para nós e para os outros.

O "mindful walking" é uma vertente do mindfulness, uma excelente maneira de limpar sua mente de pensamentos negativos e restaurar seu senso de foco. Também é uma ótima forma de observar o que está ao seu redor, dando a devida atenção a tudo e à natureza. É também uma maneira de praticar o movimento sem uma meta ou intenção.

Caminhar atentamente significa simplesmente caminhar, enquanto tomamos consciência de cada passo e de nossa respiração. Caminhar atentamente nos permite ter consciência do prazer de caminhar. Podemos manter nossos passos lentos, relaxados e calmos. Não há pressa, não há lugar para chegar. A caminhada consciente pode liberar nossas tristezas e preocupações e ajudar a trazer paz ao nosso corpo e mente.

Estudos demonstraram que fazer uma pausa para olhar ou estar caminhando na natureza pode ter um efeito rejuvenescedor no cérebro, ajudando a liberar sua mente quando você se sentir preso e aumentando os níveis de atenção. Pode ser ao ar livre ou em um corredor ou mesmo em uma sala, andando para frente e para trás. Se puder caminhar em um gramado ou em uma rua arborizada, melhor ainda.

Como fazer

  • Caminhe em um ritmo natural. Coloque as mãos onde quer que esteja confortável. Enquanto caminha, observe como seu corpo se sente.
  • Preste atenção em como suas pernas, seus pés e braços se sentem a cada passo. Observe qualquer mudança de seu corpo de um lado para o outro.
  • Sinta o contato do seu pé com o chão e o movimento do seu corpo à medida que você avança no próximo passo.
  • Se você se perder em pensamentos à medida que continua andando, use o próximo passo como uma oportunidade para começar de novo.
  • Muitas vezes, assumimos que respirar é apenas uma habilidade natural, que fazemos sem pensar. Mas estar ciente de nossa respiração não apenas nos ajuda a gerenciar as dificuldades da vida cotidiana, como também ajuda a desenvolver nossa sabedoria. Podemos sentar e respirar, mas é igualmente importante praticar a respiração consciente enquanto estamos em movimento.
  • Por alguns minutos, expanda sua atenção aos sons. Esteja você dentro de casa, esteja na rua rua, preste atenção aos sons sem rotular ou nomear, ou se surpreenda se os considera agradáveis ​​ou desagradáveis. Observe sons como nada mais ou menos que sons.
  • Usando seu olfato, sinta os aromas.
  • Agora, usando seu senso de visão, olhe em volta e tente perceber todos os detalhes: cores e objetos e o que mais você vê. Volte pacientemente sempre que algo chamar sua atenção, ou mesmo se algo precisar ser resolvido, como desviar de  um buraco.
  • Note se sente algum gosto em sua boca enquanto caminha.
  • Agora, usando seu senso de toque, observe a solidez do piso sob seus pés.
  • Com abertura e curiosidade, observe quaisquer sensações, pensamentos ou sentimentos que surjam, sem permanecer, de forma leve.
  • Nos últimos momentos, volte à consciência das sensações físicas da caminhada, onde quer que sua mente se tenha encontrado durante a prática. Observe seus pés novamente tocando o chão. Observe novamente os movimentos do seu corpo a cada passo. Quando você estiver pronto para terminar sua meditação, fique parado por um momento novamente. Pausando, escolha um momento para encerrar a prática. Ao terminar, pense em como você pode trazer esse tipo de consciência para o resto do seu dia.

A meditação a pé pode ser uma prática formal, como observar a respiração. Ou pode ser informal, trazendo conscientização para essa atividade cotidiana, sempre que você precisar viajar do ponto A ao ponto B. A meditação andando nos dá a oportunidade de reunir nossa consciência, que muitas vezes se distrai ou até fica presa quando a mente é deixada à vontade. Seja movendo-se entre os andares de um prédio, seja em uma rua da cidade, seja na floresta, é uma oportunidade de nos afastarmos do piloto automático distraído em que vivemos durante grande parte do dia.

Prestando atenção dessa maneira, nos mantemos seguros, permanecendo plenamente conscientes do que estiver por perto. Em qualquer caminhada, corrida ou outra atividade física, sem esforço, podemos praticar a consciência.

Referência:
– Lee, et al. Nature experience reduces rumination and subgenual prefrontal cortex activation: Gregory N. Bratmana, et al; Emmett Interdisciplinary Program in Environment and Resources, Stanford University, Stanford, CA 94305.
Mindful.

Sobre a autora

Paola Machado é fisiologista do exercício, formada em educação física modalidade em saúde pela UNIFESP (Universidade Federal de São Paulo), mestre em ciências da saúde (foco em fisiologia do exercício e imunologia) e doutoranda em nutrição pela UNIFESP. É autora do Livro Kilorias - Faça do #projetoverão seu estilo de vida (Editora Benvirá). Atualmente, atua como pesquisadora, desenvolvendo trabalhos científicos sobre obesidade, e tem um canal de desafios (30 Dias com Paola Machado) onde testa a teoria na prática. Também é fundadora do aplicativo aplicativo 12 semanas. CREF: 080213-G | SP

Sobre a coluna

Aqui eu compartilharei conteúdo sobre exercício e alimentação para ajudar você a encontrar o caminho para um estilo de vida mais saudável. Os textos são cientificamente embasados e selecionados da melhor forma possível, sempre para auxiliar no seu bem-estar. Mas, lembre-se: a informação profissional é só o primeiro passo da sua nova jornada. O restante do percurso depende 100% de você e da sua motivação para alcançar seu objetivo.